É com grande alegria que publicamos aqui, em um esforço conjunto, a tradução do primeiro livro sobre a Tradição Feri em português brasileiro: “A Varinha Branca“, escrito por Anaar, a atual Grandmaster de nossa tradição. Foi um prazer traduzir este livro, e agradeço à Yuki Kahu pela revisão/edição e prefácio da publicação brasileira; e agradeço à Naê pela ilustração capa.
Para uma melhor introdução do livro, deixo o prefácio escrito por Yuki Kahu abaixo.

A Tradição Feri tem sido um recanto, um verdadeiro oásis, para artistas, poetas, dançarinos, músicos, e todo tipo de gente encantada. A Bruxaria Feri tem um sabor próprio e inesquecível, e aqueles que são tocados por ela nunca mais são os mesmos, como se respingos de poder pudessem tornar seu coração cada vez mais negro como a noite estrelada.
A corrente Feri parece favorecer as aptidões e encorajar aqueles que foram possuídos por ela a se expressarem no mundo de acordo com suas verdades, alinhando todas as partes dentro de um só corpo. Isto torna a nossa tradição variada e diversa, um solo fértil para a Arte que encanta para além dos mundos. Mantendo o paradoxo de ser totalmente diversa, autêntica e mutável; e ao mesmo tempo manter a tradição.
Nos dias de hoje muito se fala sobre a Feri/Faery/F(a)eri(e). Tivemos membros notáveis e conhecidos no meio público nas últimas décadas. Porém, ainda há pouco material em português sobre o tema. Este livro é um esforço de iniciados em trazer materiais sobre a Feri, escrito por Feys, para o Brasil.
Anaar é a atual GrandMaster da Feri e, em seu livro, ela explora as relações da arte, da estética e da magia Feri de forma sensível, poética e selvagem. Podemos considerar este livro como uma obra de arte, esculpida e deliciosamente pintada pelas mãos de um Fey.
Anseio que este seja o primeiro de muitos outros livros traduzidos ou até mesmo escritos por autores Feri do próprio Brasil. Que nossos Corações Negros possam despertar de seu sono.

Link para acessar e baixar o livro gratuitamente: A Varinha Branca, por Anaar.


Lilo Assenci é uma Bruxa queer brasileira, sacerdote, Coelho da Lua, tradutor e professor. É iniciado na Tradição Feri na linha Dustbunnies de Valerie Walker (VeeDub), um dos membros organizadores da comunidade Reclaiming Brasil e também um dos organizadores do projeto Nós Somos Aradia. Sacerdote Hierofante na Irmandade de Isis, onde coordena dois centros para treinamento (Iseum Flor de Afrodite e o Lyceum Caminhos de Hécate). Seu trabalho é profundamente conectado com o anarquismo, bruxaria, comunhão com os espíritos humanos e não humanos, paganismo, folclore brasileiro e ativismo mágico-político. Tecendo magia, cura e ativismo em um trabalho de auto possessão e integração, este é o caminho que ele encontra para encantar os mundos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s